até
1978 | Eleições

CONTEXTO
O ano de 1978 marca o início do fim da ditadura. As manifestações pela Anistia, pelo Estado de Direito e contra o custo de vida tomam as ruas. Alguns empresários afirmam que a livre iniciativa só prosperaria no país com a garantia de direitos e liberdades aos cidadãos. Ao mesmo tempo, o governo encontra enormes dificuldades para conter a inflação e passa a importar alimentos. Na esteira dos acontecimentos, os metalúrgicos de São Bernardo e Diadema preparam-se para realizar as eleições que renovariam a diretoria do Sindicato. Novamente, apenas um chapa se inscreve para a disputa. Lula é reeleito para a presidência. Mais de 50% da diretoria também é renovada. A chapa obteve 23.958 votos (97%). Mais de 10 mil metalúrgicos compareceram a posse da nova diretoria, no Pavilhão Vera Cruz, em São Bernardo do Campo.
Imprimir contexto
CHAPAS
APURAÇÃO DOS VOTOS
Chapa 1 23958
Brancos 286
Nulos 397
Total de Votos 24641
PROPAGANDA DAS CHAPAS
Clique nas imagens para ampliar
REPERCUSSÃO NA MÍDIA
Clique nas imagens para ampliar
IMAGENS
Clique nas imagens para ampliar
DEPOIMENTOS
Clique nas fotos para ler os depoimentos:

Expedito Soares Batista

Devanir Ribeiro
CAMPANHA SALARIAL
Veja o que aconteceu na Campanha Salarial em 1978
CONGRESSOS
Congressos realizados no ano de 1978
MANDATOS
Conheça diretores e cargos entre 1975 e 1978.
© Copyright 2009, ABC de Luta! Memória dos Metalúrgicos do ABC - Todos os direitos reservados

Mapa do Site Fale Conosco Créditos Política de Privacidade

smabc.org.br