até
1991 | Congressos

CONTEXTO

Realizado com a participação de 510 delegados, o 6º Congresso tomou decisões não só para os trabalhadores da região, mas de todo o país. A unificação dos metalúrgicos do ABC foi uma das decisões mais importantes, junto com o compromisso de fortalecer a Comissão de Mobilização, transformando-a em instância aberta a toda a categoria. Outra decisão foi a de estreitar os laços com os trabalhadores do Uruguai e Argentina, de modo que os metalúrgicos participem do processo de integração econômica.
Novas tecnologias, condições de saúde, a questão da mulher, formação e cultura dos trabalhadores, aposentados, jovens e comunicação também mereceram teses específicas. Na cerimônia de encerramento, a palavra de ordem foi de paralisação nacional no dia 15 de março contra o governo Collor, tendo como aquecimento uma manifestação dos petroleiros que já estavam num movimento grevista.

Fonte: Tribuna Metalúrgica nº1863, 05/03/1991

Imprimir contexto
RESOLUÇÕES

DOCUMENTOS

DIVULGAÇÃO
Clique nas imagens para ampliar
ESTATÍSTICAS
Clique nas imagens para ampliar
REPERCUSSÃO NA MÍDIA
Clique nas imagens para ampliar
IMAGENS
Clique nas imagens para ampliar
IMPRENSA SINDICAL

VÍDEOS
6º Congresso dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo e Diadema
1991
DEPOIMENTOS
Clique nas fotos para ler os depoimentos:

Heiguiberto Guiba Della Bella Navarro

Mário dos Santos Barbosa
CAMPANHA SALARIAL
Veja o que aconteceu na Campanha Salarial em 1991
MANDATOS
Conheça diretores e cargos entre 1990 e 1993.
© Copyright 2009, ABC de Luta! Memória dos Metalúrgicos do ABC - Todos os direitos reservados

Mapa do Site Fale Conosco Créditos Política de Privacidade

smabc.org.br