até
2002 | Campanhas Salariais

CONTEXTO

O ano de 2002 foi especial para os metalúrgicos da CUT, porque o sucesso marcou as duas principais campanhas foram desencadeadas neste ano: a eleitoral e a salarial. A categoria saiu vitoriosa nas urnas, ao eleger um metalúrgico presidente da República, o companheiro Luis Inácio Lula da Silva, resgatando a esperança por um Brasil mais digno e justo. E, como há muito tempo não acontecia, os trabalhadores desenvolveram uma campanha salarial tranqüila sem abrir mão de nenhum de seus direitos e conseguindo garantir a reposição integral da inflação em seus salários.

No ano de 2001, a FEM (Federação Estadual dos Metalúrgicos da CUT) havia assinado acordos coletivos com três setores (montadoras, fundição e máquinas/eletrônicos) com validade por dois anos referente às cláusulas sociais. De forma que, em 2002 as negociações com os setores patronais ocorreram quase sem nenhum conflito. Foi possível garantir a reposição integral da inflação de 10,26%, nos salários de todos os setores e assegurar, inclusive nas autopeças, a renovação de todas as cláusulas sociais.

As negociações mais difíceis foram com o grupo 10 (estamparia, trefilação, lâmpadas, entre outros setores), pois os patrões não aceitaram a cláusula que garante estabilidade aos portadores de doenças profissionais. Como os metalúrgicos não abriram mão deste direito, foi feita uma conciliação no TRT que garantiu a reposição salarial e todas as outras cláusulas. Mas as empresas deste grupo entraram com dissídio coletivo acerca deste item.
Outra vitória, foi o debate com os demais setores patronais sobre a mudança da data-base para setembro que ficou garantido nos acordos coletivos.

Fonte: Jornal da Federação dos Metalúrgicos da CUT (FEM/CUT) – São Paulo, dezembro de 2002

Imprimir contexto
PAUTA DE REIVINDICAÇÃO

CONVENÇÃO E ACORDO

DIVULGAÇÃO
Clique nas imagens para ampliar
REPERCUSSÃO NA MÍDIA
Clique nas imagens para ampliar
IMAGENS
Clique nas imagens para ampliar
IMPRENSA SINDICAL
DEPOIMENTOS
Clique nas fotos para ler os depoimentos:

Paulo Dias Neves

Adi dos Santos Lima

Sérgio Aparecido Nobre

Rosimar Dias Machado
ELEIÇÕES
Reveja os detalhes da eleição de 2002
MANDATOS
Conheça diretores e cargos entre 1999 e 2002.
© Copyright 2009, ABC de Luta! Memória dos Metalúrgicos do ABC - Todos os direitos reservados

Mapa do Site Fale Conosco Créditos Política de Privacidade

smabc.org.br