até
1983 | Campanhas Salariais

CONTEXTO

O início do ano de 1983 apresentava uma situação econômica extremamente difícil, com o agravamento da recessão imposta pela política econômica do FMI. Os preparativos para a Campanha Salarial começaram com bastante antecedência, através de cartazes, panfletos, discussões e reuniões por fábrica. O tema do desemprego, da marginalização e desamparo do trabalhador desempregado, emergia com bastante força na categoria.
No entanto, quando as negociações começaram, os patrões mudaram de tática em relação aos anos anteriores, apresentaram uma proposta de acordo que contemplava as reivindicações básicas dos trabalhadores das grandes fábricas. Este acordo assinado com a FIESP, pelo Sindicato, acabou evitando a greve na Campanha Salarial. Em meados do ano, houve uma paralisação em protesto ao julgamento de Lula na Auditoria Militar e, mais tarde, grandes mobilizações agitaram o País, tendo novamente os metalúrgicos de São Bernardo do Campo como a categoria de ponta das lutas.

Fonte: Imagens da Luta 1905-1985. Arquivo do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Imprimir contexto
PAUTA DE REIVINDICAÇÃO

CONVENÇÃO E ACORDO

DIVULGAÇÃO
Clique nas imagens para ampliar
REPERCUSSÃO NA MÍDIA
Clique nas imagens para ampliar
IMAGENS
Clique nas imagens para ampliar
IMPRENSA SINDICAL
DEPOIMENTOS
Clique nas fotos para ler os depoimentos:

Josimar Alves Bezerra

José Ferreira de Souza

Humberto Aparecido Domingues

Alberto Eulálio

João Paulo de Oliveira
CONGRESSOS
Congressos realizados no ano de 1983
MANDATOS
Conheça diretores e cargos entre 1981 e 1984.
© Copyright 2009, ABC de Luta! Memória dos Metalúrgicos do ABC - Todos os direitos reservados

Mapa do Site Fale Conosco Créditos Política de Privacidade

smabc.org.br